quarta-feira, 2 de setembro de 2009

LULOSSAURO



O tema é de grande complexidade, inclusive técnica, assim pois reservo-me o direito de mudar de opinião quantas vezes se fizer necessário.

Por enquanto o que penso ilustra-se bem nessas duas fotos: na primeira Lula, ladeado por sindicalistas, sanciona a reivindicação do retorno da Lei 2004/53. Sabem do que se trata? Da lei de 1953 que criou a PETROBRÁS e, com ela, o monopólio estatal da exploração do petróleo.

A segunda mostra a linha hierárquica, da direita para a esquerda, na decisão de enviar ao Congresso os projetos de leis atinentes ao novo "marco regulatório" que envolve a exploração dos chamados campos de "pré-sal". Na prática, a nova legislação extingue a Lei 9.478, de 1997, que revogou a referida Lei 2004, acabou com o monopólio e respondeu, ao menos em parte, pelo forte crescimento da exploração nos últimos anos, pelo crescimento da própria Petrobrás e mesmo pela descoberta dos novos campos.

Uma informação adicional: especialistas estimam em cerca de meio trilhão de dólares (ou R$ 1 trilhão) o montante de recursos para fazer o pré-sal sair do papel, antes mesmo que este pingue a primeira gota de petróleo...


Gabrielli (presidente da Petrobrás) e Lula em torno de Lobão (ministro de Minas e Energia): o petróleo é deles!
.

17 comentários:

  1. rm, mais uma da série,

    "Morro e não vejo tudo..."

    Assistir a tudo isso, essa cara-de-pau desses petista... É fogo!


    Um PT que chegou ao poder e se perdeu... É lamentável...

    Quanto custa uma ideologia

    O PT está vendendo( ou já vendeu) a dele, caro!


    Pena de um povo que um dia acreditou em mudanças...

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oremos pelos empresários e pelos políticos, amigos!

    ResponderExcluir
  3. Ava,
    nesse caso específico parece-me que estão sendo coerentes com a mencionada "ideologia".
    A propósito, os sindicalistas da primeira foto são filiados ao PMDB de Quércia!

    Portuga,
    amém! E também pelos acionistas minoritários da Petrobrás...

    ResponderExcluir
  4. Well, haja é "sal grosso" pra essa coisa sair do papel !!!... rs

    ( "Prefiro não comentar"...)

    Beijos salgados !
    Helô "obalulaê" !!rs

    ResponderExcluir
  5. "Grosso" e "verde", Helô!

    Respeito sua preferência, assim como a de quem eventualmente tenha opinião contrária à minha mas é "amarelo" demais para registra-la aqui... rss

    Eu mesmo, como falei no postinho, acho o tema complexo demais para admitir apenas posições simploriamente favoráveis ou contrárias.

    ResponderExcluir
  6. Por ser português, acho que não devo comentar a política do Brasil...

    Mas agradeço toda a informação para formar a minha opinião...

    Quem sabe um dia eu me vou naturalizar?

    Abraço.
    António

    ResponderExcluir
  7. Agradeço a sempre simpática participação, Tapadinhas...

    E recomendo, àqueles que (como eu) já estão de saco cheio de política brasileira, que espraiam admirando as belíssimas telas que você pinta e que dão muita vontade de conhecer a terrinha...

    ResponderExcluir
  8. RM,

    Se você quiser conhecer a terrinha, fala comigo. Mas tem de vir só, não traga a sua cara metade porque seria contraprudecente (ou seja, desenhando, "falta de prudência").

    Ai, esqueci-me do tratamento...

    Irmão, queria dizer que um meu ex-irmão publicou hoje um estudo interessante sobre a minha ex-vida.

    Veja: http://br.noticias.yahoo.com/s/03092009/48/entretenimento-modos-macho-arte-espiar-mulheres.html

    ResponderExcluir
  9. Pois não, Portuga. Se você não me avisasse eu levaria Lady RM, já pensou? rss

    Ué, mas você só olhava? E agora nem isso? rss

    ResponderExcluir
  10. Como diria o Lula, é preciso ser muito "iguinoranti"...

    My brother, I'd like to explain to you that "olhar" it's only the begining, the first act of the hunter, the most important moment of the hunt. There is some "olhares" that say us everything we want to know, without any words.

    (I'm speaking english because God does not understand english language... So, it's not a sin."

    ResponderExcluir
  11. Portuga,
    respondi no blog da Ka.

    quaquaqua

    ResponderExcluir
  12. Fiquei curioso, vou lá ver... Rsss...

    ResponderExcluir
  13. Well, respondi no blog da Ka, e repare:

    Não fiz quaquaqua, marreco!

    ResponderExcluir
  14. Bem, confesso que não estou curioso. Já bastou ler o seu primeiro comentário lá... rss

    ResponderExcluir
  15. Xereteiro,

    O meu primeiro comentário lá não era para você: (a)normal que não goste. Rsss...

    ResponderExcluir
  16. Bem, Portuga; suponho que tenha sido pra Ka ou, quem sabe, pro Danielzinho... rss

    ResponderExcluir