segunda-feira, 14 de setembro de 2009

MÚSICA E POESIA (7)

"O amor tem mais perigo quando ele é sincero."



Antonio Carlos Ferreira de Brito, o Cacaso (1944-1987), foi um dos principais ideólogos e expoentes da chamada "geração mimeógrafo" ou da "poesia maldita", que reuniu jovens poetas no início dos anos 70. Nascido em Uberaba (MG), terra adotada pelo meu amigo Marcos Rocha, ainda criança deixou Minas, mudando-se para o Rio; mas Minas não o deixou, como terão oportunidade de constatar ao ouvirem algumas de suas canções... (aqui e aqui para uma rápida biografia)

Sob o manto da poesia alternativa escondia-se, na verdade, intelectual de sólida formação (Direito e Filosofia), professor de literatura e crítico literário. Publicou diversos livros de poesia e colaborou nos famosos jornais alternativos MOVIMENTO e OPINIÃO. Suas obras completas estão reunidas em Lero-lero (Ed. 7 Letras: RJ, 2002).

Como letrista começou a compor ainda antes dos 20 anos, em parcerias com sambistas do porte de Élton Medeiros, Hermínio Belo de Carvalho e Maurício Tapajós. A seguir, seu leque de parcerias ampliou-se bastante, sendo mais frequentes Sueli Costa, Nelson Ângelo, Novelli e Edu Lobo; nas cerca de 200 letras registradas (aqui para uma seleção).

Há ampla bibliografia secundária sobre o autor, inclusive nos sites dedicados à literatura e poesia (por exemplo aqui, aqui e aqui), mas encontrar canções para postar não foi tarefa das mais fáceis. Só depois de descobrir o site da cantora Rosa Emília (aqui), segunda esposa do poeta, foi possível reunir um número razoável de músicas (e também depois de desenterrar caixas e caixas de CDs que nem me lembrava ter...). Creio que o que mais transparece na poesia do autor é o seu caráter "arredondado", justo e, ao mesmo tempo, claro e luminoso. Letra e música combinam muito bem e as idéias são tratadas com incomum clareza, fora o lirismo.

Escolhi os versos que seguem, para ilustrar:

Integração da Noite (1965)
Meu neto prolonga meu filho:
O mundo não tem conserto.
Um latido ao longe me diz que é noite:
O arrepio da memória.
Há milênios alimentamos esta fogueira.
À sombra de meu queixo
A torre transfigurada e o cão:
A língua nervosa lambendo o infinito.

Face a Face (Sueli Costa/Cacaso)
São as trapaças da sorte, são as graças da paixão
Pra se combinar comigo tem que ter opinião
São as desgraças da sorte, são as traças da paixão
Quem quiser casar comigo tem que ter bom coração
Morena quando repenso o nosso sonho fagueiro
O céu estava tão denso, o inverno tão passageiro
Uma certeza me nasce, e abole todo o meu zelo
Quando me vi face a face fitava o meu pesadelo
Estava cego o apelo, estava solto o impasse
Sofrendo nosso desvelo, perdendo no desenlace
No rolo feito um novelo, até o fim do degelo
Até que a morte me abrace
São as desgraças da sorte, são as traças da paixão
Quem quiser casar comigo tem que ter bom coração
São as trapaças da sorte, são as graças da paixão
Pra se combinar comigo tem que ter opinião
Morena quando relembro aquele céu escarlate
Mal começava dezembro, já ia longe o combate
Uma lambada me bole, uma certeza me abate
A dor querendo que eu morra, o amor querendo que eu mate
Estava solta a cachorra que mete o dente e não late
No meio daquela zorra, perdendo no desempate
Girando feito piorra, até que a mágoa escorra
Até que a raiva desate
São as trapaças da sorte, são as graças da paixão
Pra se combinar comigo tem que ter opinião
São as desgraças da sorte, são as traças da paixão
Quem quiser casar comigo tem que ter bom coração


Da lista: com Rosa Emília, Eu te Amo (Sueli Costa/Cacaso), Fazendeiro do Mar (Sergio Santos/Cacaso) e Triste Baía da Guanabara (M Tapajos/Cacaso). Com Edu Lobo, Lero-lero (E Lobo/Cacaso) e Quase Sempre (E Lobo/Cacaso). Com Milton Nascimento, Carro de Boi (M Tapajos/Cacaso) e Sem Fim (Novelli/Cacaso), lindíssima canção. Com Maria Dethânia, Amor, Amor (Sueli Costa/Cacaso). Com A Barca do Sol, Cavalo Marinho (Nando Carneiro/Cacaso). Com Djavan, Lambada de Serpente (Djavan/Cacaso). Com Tatiana Parra, Surdina (M Tapajos/Cacaso). E com Sueli Costa, Dentro de Mim Mora um Anjo (Sueli Costa/Cacaso).


.

44 comentários:

  1. Putz! Mais uma obra prima de postagem!! Cacaso é demais... E a escolha das músicas não podia ter sido melhor! Sem querer desmerecer aos demais, a parceria com Sueli Costa foi altamente inspiradora, sou fãzoca de carteirinha das "músicas poesias" da dupla! Face a face dá pra delirar em cada verso... e lamentavelmente eu andava um pouco esquecida da canção!
    Que bom foi ouvi-la de nuevo...
    Vc é danadim mesmo, né mineirim ?!
    Beijim docim!
    Helô

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, rm.

    Vc tem o don de resgatar velhas lembranças, com postagens que primam pela perfeição...

    Comentar o que?

    Como diz um amigo, falar muito pode estragar o conjunto da obra...rs

    Vc acerta em cheio, minhas preferencias musicais...


    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Ei Helô,
    muito obrigado, querida. Deu um certo trabalhinho mas também muito prazer: não me lembrava mais de "Sem Fim" e "Quase Sempre", lindíssimas canções; e não conhecia "Fazendeiro do Mar" e "Cavalo Marinho"...
    Acho que você tem razão: marcante a parceria com Sueli Costa que precisou, depois da morte precoce do poeta, buscar em Abel Silva algo que a continuasse.

    Ei Ava,
    pura malandragem de economista: como atiro para todos os lados acabo acertando alguma coisa... rss
    Agradeço muito o gentil comentário, querida.

    ResponderExcluir
  5. Que sacada genial e inspirada a lembrança desse poeta.
    Eu, prá variar, tô só no lucro com o conteúdo deste blog! pois conhecia muitas dessas canções mas jamais associei ao nome de Cacaso que já ouvi algumas vezes mas nunca havia dado a importância que (agora sei!) tem.
    Mais uma vez tenho que te agradecer, parceirim!
    bom dia procê.

    ResponderExcluir
  6. Acabei de te mandar um email sobre uma "análise Lulesca" de Jabour, perfeita !! Enjoy!
    bjs
    Helô

    P.s. copiei teu email do perfil!

    ResponderExcluir
  7. Eu gostei da música desse "Cacaso". Pena que a música dele esteja no fundo do baú, como sucede com as obras de muitos outros artistas e com os próprios artistas, incluíndo actores (por exemplo, um dos melhores de sempre, Paulo Gracindo), escritores (Jorge Amadado), desportistas (José Carlos Pace), etc.

    ResponderExcluir
  8. E aí, que se passa? Morreu alguém? Fui mal?.. Hum...

    Ok, Lima Duarte, apesar de ter nascido mineiro (ninguém tem culpa do lugar onde nasce) é ainda melhor actor, ao nível dos melhores do mundo.

    Quanto a actrizes... Well, sempre gostei da Meryl Streep... Acho que ela tem um sobrenome lindo. "Streep" soa muito bem! Imaginem-se chamando a guria: Meryl, strip!

    ResponderExcluir
  9. RM,

    Amei a postagem!

    Chama a atenção que Antonio Carlos de Brito transitava entre a poesia e a música, além de desenhar muito bem:- Um artista.

    Também ele revisitou a “Canção do Exílio”, de Gonçalves Dias, numa visão não tão romântica em que o termo exílio deriva não apenas do sentimento comum a quem está longe de sua terra, mas também da estranheza que habita em cada um.

    “Fábulas
    Minha pátria é minha infância.
    Por isso vivo no exílio.
    Talvez o barco contasse
    deste percurso no tempo.
    De como seria o escafandro
    isento de tal mergulho.
    Minha pátria é sob a pele:
    Cargueiro no mar de névoa.
    Antigamente os conflitos
    não aspiravam a ser.
    De como fiquei trancado
    na torre em que era dono.
    E a certeza como faca
    engolindo a própria lâmina.
    De como se libertaram
    os mitos presos na forca,
    E o exato espanto vindo da terra,
    dos gestos do imperador.”
    (In: A Palavra Cerzida)


    Da chamada poesia marginal, gosto de como ele usa a ironia, melancolia e humor, empenhado em negar, dissimular, inaugurando uma poética desencontrada, em versos curtos, sugerindo impasse e fugacidade:

    “Passou um versinho voando?
    Ou foi uma gaivota?”

    “De Almanaque:
    Como pode o meu amor sendo um só
    Ser tão dividido?”

    “Penso em meu amor
    Qual deles?”

    Cartesiano:
    Daquele amor que nunca tive tenho
    saudade ou esperança?

    Happy End
    O meu amor e eu
    Nascemos um para o outro
    Agora só falta quem nos apresente.


    Hora do Recreio
    O coração em frangalhos o poeta é
    levado a optar entre dois amores.
    As duas não pode ser pois ambas não deixariam
    uma só é impossível pois há os olhos da outra
    e nenhuma é um verso que não é deste poema
    Por hoje basta. Amanhã volto a pensar neste
    problema


    Da música, gosto especialmente os versos de Lero-Lero, sobre o brasileiro herói que dá sempre um jeito no sentido de superar as dificuldades do dia-a-dia com humor...

    "Eu sou poeta e não nego a minha raça
    Faço versos por pirraça e também por precisão
    De pé quebrado, verso branco, rima rica
    Negaceio, dou a dica, tenho a minha solução

    ...
    Por onde passo deixo rastro, deixo fama
    Desarrumo toda a trama, desacato Satanás

    Sou brasileiro de estatura mediana
    Gosto muito de fulana mas sicrana é quem me quer

    Diz um ditado natural da minha terra
    Bom cabrito é o que mais berra onde canta o sabiá
    Desacredito no azar da minha sina
    Tico-tico de rapina, ninguém leva o meu fubá”


    E encontrei no youtube a belíssima Meio-Termo, de Lourenço Baeta e Cacaso, na voz de Elis:


    http://www.youtube.com/watch?v=lDRy8I2p2jY

    ResponderExcluir
  10. Ei Helô,
    recebi o mail e já respondi. Achei o texto do Jabor (a quem acho um chato de galocha... rss) num tom tiquinho acima do normal. Será que é dele mesmo?

    Portuga,
    morreu sim; o poeta morreu, mas já faz mais de 20 anos... Mas a poesia dele, muito criticada na época da publicação, ficou.
    Bem, a música, strict sensu, não era exatamente dele, mas os versos.
    E todos os que citou são ou foram grandes artistas mesmo. Se não aparecem novos do mesmo quilate, fazer o que. né?

    Cora,
    agradeço o comentário construtivo.

    ResponderExcluir
  11. Mineirim,

    Acabei de jantar com um casal seus compadres., muito simpáticos. Vieram de Itaguara e têm cá negócios e amigos.

    Foi muito bom. E foi graças ao seu blog que me permito falar taco-a-taco de personagens mineiros como Tiradentes e Aleijadinho.

    Thank you!

    ResponderExcluir
  12. Ok... Sorry pela redacção... Rsss... Dá para ver que o aperitivo foi um vinho do Porto branco e o digestivo um Porto tinto, né?... Rsss...

    Mas eu vou emendar, só para que vocês (lulistas) não digam que sou "iginoranti".

    Errata:

    1) Onde se lê "seus compadres.," leia-se "seus compadres;"

    2) Onde se lê "me permito" leia-se "me permiti".

    Tô fino! Ahah!

    ResponderExcluir
  13. Já estava a me desesperar, caboclo. Registradas as correcções... rss

    ResponderExcluir
  14. Parceirinha, sorry!
    Bem que vi que estava faltando você aqui, mas o que estava faltando era uma resposta ao seu comentário:

    Eu quem agradeço, querida, sua doce e simpática presença...

    Bem, então nem vou perguntar se você sabe quem eram os integrantes d' A Barca do Sol... rss

    ResponderExcluir
  15. Guri,

    Não te mete com a minha futura namorada, hein?... Que coisa é essa de "parceirinha" "doce" e "simpática presença", hã?...

    Tu ficou maluco?

    ResponderExcluir
  16. Bem, Portuga,
    acho que vou jantar, mas não poderia deixá-lo sem resposta:

    Se você não sabe escolher muito bem os vinhos, o mesmo não pode ser dito em relação às mulheres. Exatamente porque escolhe as mais doces e simpáticas (bem, nem sempre... rss).

    Mas já sabe se ela o escolheu também?

    ResponderExcluir
  17. Mineirim,

    É impressão minha ou as suas palavras contêm uma suave acidez adstrigente, uma sensação de agulha, um falso aveludado, taninoso,com acentuado nefalismo e um bouquet de ciúme, hein?

    Se ela escolheu?...Deixá comigo, don't worry about that! Ou melhor: ne s'inquiète pas avec cela!

    Bom apetite!

    ResponderExcluir
  18. Não, Portuga,
    não tenho o hábito de cultivar esse estranho sentimento e, ao longo da vida, o tive cada vez menos.

    Ademais, sabe o prezado lusitano que tenho hábitos pouco sofisticados como está a sugerir seu comentário. Em outras palavras, sou reconhecidamente um bronco, mais para sangria que para vinhos finos e quando desejo falar alguma coisa, o faço, em geral, na lata e sem vaselina...

    Minha pergunta foi apenas de caráter lógico: se o amigo pretende dela tornar-se namorado conviria saber se ela também o deseja, não? Fico assim, a lembrar-me de outros casos que tive, sem a menor intenção, oportunidade de presenciar... rss

    Mas sendo ambos desimpedidos, maiores de idade e vacinados (bem, ainda falta a vacina contra a gripe do PORCO... rss) tem, ambos, todo o direito de fazer o que bem entenderem.

    Mas só por isso não posso mais chamá-la de parceirinha? Deixa de ser ciumento, Portuga... rss

    ResponderExcluir
  19. Rsss...

    Pô, já não se pode brincar que tu fala na lata e sem vaselina?...

    Casos que teve "a oportunidade de presenciar"?... Frincheiro! Xereteiro! Tu, hein?.. Rsss..

    Não entendi muito bem o seu parágrafo, deixa de vaselina: você, afinal, aprova o meu namoro com a Udi ou não?...

    (PS: Se você escrevesse "têm", escusava de escrever "ambos". Rsss...)

    ResponderExcluir
  20. Udi,

    O silêncio do RM é um sinal de reprovação, veja só a nossa sina!..

    Vamos ter de namorar às escondidas, como Romeu e Julieta!

    Você gosta de Shakespeare?

    ResponderExcluir
  21. De forma alguma, Portuga, estava aqui absorvido em outras atividades...

    Mas quem sou eu para aprovar ou reprovar o que seja? A parceirinha, pelo que sei, é divorciada, além de doce e simpática (bem, ela já foi petista, mas ninguém também é perfeito, né? rss). Você é, pelo que consta, solteiro. "Ambos", em princípio, livres e desimpedidos - e ainda que não fossem, poderiam fazer o que bem entendessem, assumindo os riscos correspondentes.

    Ué, Portuga! Não tô entendendo, você pedindo permissão... Tá muito afrancesado, caboclo... rss

    ResponderExcluir
  22. Grande RM:

    Só agora, já madrugada de quarta, tenho tempo de ler o seu post e ouvir a Rádio RM.

    Primeiro, agradeço a citação do meu nome e o link, mas Uberaba, de fato, é uma cidade da qual gosto muito. Morei lá por 16 anos e deixei muitos amigos. Além do mais, é a terra da minha mulher/amiga/companheira há 25 anos. Portanto tenho que gostar, mesmo.

    Mas o mais importante, neste momento, é agradecer a você pela bela e trabalhosa pesquisa, resgatando a obra de um grande poeta que pouca gente conhece.

    Surpreende-me, inclusive, o fato de que, lá em Uberaba, quase ninguém sabe da sua existência ou da sua obra. Deveria ser nome de praça, talvez ter uma biblioteca com o seu nome, enfim, ser homenageado à altura da sua poesia.
    E, lamentavelmente, sou testemunha disso, praticamente ninguém sabe da sua obra, embora algumas canções sejam conhecidas.

    Bem, amigo, só por esta série sobre os poetas da MPB, nos dando como plus a postagem das canções, sinto-me gratificado por ter sido um dos que insistiram com você para que tivesse um blog.

    Abraços e obrigado por todos esses brindes. Vou encaminhar cópia deste texto e dar o link para muitos amigos uberabenses.

    MR
    16/9 - 1:55

    ResponderExcluir
  23. Grande caboclo decano,
    essa coisa de querer conhecer todos os botecos de Sampa ainda acaba contigo... rss

    Cara, agradeço o gentil comentário, vindo de quem respeito muito como jornalista e redator (fora a amizade, claro). E confirmo: você me encheu o saco para criar um blog, mas desconfio que era pra ficar livre de mim no PG... rss

    E, mais uma vez, tem toda razão: continuamos tratando mal nossos artistas.

    Grande abraço, caboclo.

    ResponderExcluir
  24. Brother:

    Negativo, sua colaboração com o PG foi preciosa e marcante -- e continua sendo com os seus comments.

    Mas com esse talento todo que tem para pesquisar e desenvolver temas relevantes como os que tem postado, seria um desperdício não ter um blog.

    Tenho a certeza de que a confraria toda apóia este meu ponto de vista. E, também, os demais leitores que vêm aqui ouvir a Rádio RM e ler os seus textos e saem melhores do que entraram.

    Abraços,

    MR
    16/9 - 10:36

    ResponderExcluir
  25. Envaidecido, caboclo: muchas gracias!

    ResponderExcluir
  26. RM,

    Conhece algum remédio bom para dor de cabeça?.. Rsss...

    Vim hoje (the day after) explicar os meus comentários de ontem. Além de dois copos a mais, naturalmente compreenderão que os comentários eram imbuídos de uma pura e inconsequente brincadeira de amor, referidos à líndissima e brilhante(mas aparentemente despercebida pela totalidade dos leitores) afirmação de Cacaso:

    "O amor tem mais perigo quando ele é sincero."

    Pensem na frase e guardem-na na vossa memória. Poderá ser-vos útil a qualquer instante.

    ResponderExcluir
  27. ôuquêi! (pedindo licença ao Érre prá falar com Mr. Plesure... ou Almost? ...Almost Pleasure?)

    fui até trocar de foto prá ver se consigo reconquistar Monseuir Almost e convencê-lo a voltar (sóbrio) àquela embriaguez em que se encontrava ontem - como Mr. Pain - para que eu possa (também sóbria) aceitar ao pedido de namoro feito a mim.
    durou pouco a minha alegria... mas devo confessar que é disso mesmo que meu ego precisa: treinos de pequenas doses de ilusão para saber quão desapegado ele anda.

    Adorei a brincadeira Monseiur!
    Mas o amor, ele é - além de sincero - sério, viu?
    :)

    ResponderExcluir
  28. Udi, linda menina,

    Não me ocorre coisa melhor do que lhe dar dois beijos - sinceros, amigos, sérios.

    Bijous, mon amour de jouer!

    ResponderExcluir
  29. Portuga,
    conheço sim, mas se for daquela dor que aparece primeiro nas têmporas acho que não adianta muito... rss
    E você amarelou de novo, heim? quaquaqua

    Parceirinha, ops, Udi (rss),
    o problema com o Portuga é o seguinte... ah, deixa pra lá... rss

    ResponderExcluir
  30. Ei parceirim!
    Me deliciei ouvindo a palylist inteira! Com direito a bis em algumas canções (Dentro de mim mora um anjo, por ex.). Se eu fosse dona de gravadora, te contratava prá reeditar os melhores da MPB.

    e, olha, os problemas dos homens é que são a parte melhor... se é que me entende.
    ;)

    ResponderExcluir
  31. Monsieur...
    Retribuo estes beijos sérios, até então inéditos em minha vida e, devo admitir, beijos sérios são muuuito bons!
    :)))

    ResponderExcluir
  32. Par..., ops, Udi,
    minha hora de consultoria é baratinha, nega japinha... rss

    Claro que não: entendo nada de homem. Eu, heim? rss

    ResponderExcluir
  33. A Udi recebe e a gente agradece.
    Textos lindos, músicas lindas.



    Bj

    ResponderExcluir
  34. Ei Elianinha,
    thanks, querida; mas esta postagem foi pra Udi, não. Aliás foi pro MR... rss

    (nem de longe tão lindos quanto os seus...)

    ResponderExcluir
  35. Querido rm,

    muito obrigada e obrigada por divulgar o Cacaso e a sua obra!
    Abraços,
    Rosa

    ResponderExcluir
  36. Rosa Emília,
    um prazer ler seu comentário e eu quem agradeço tanta simpatia...

    ResponderExcluir
  37. Good post here. One thing I would really like to say is that often most professional career fields consider the Bachelor Degree like thejust like the entry level standard for an online college degree. Even though Associate Certifications are a great way to get started on, completing the Bachelors starts up many doors to various employment goodies, there are numerous online Bachelor Diploma Programs available coming from institutions like The University of Phoenix, Intercontinental University Online and Kaplan. Another issue is that many brick and mortar institutions offer you Online editions of their degree programs but generally for a significantly higher cost than the institutions that specialize in online qualification programs.

    [url=http//t3.filmy-love.org/]payday loans[/url]

    pay day loans

    ResponderExcluir
  38. Get your virtual telephone number now.
    http://www.globalnumber.eu
    What is a virtual telephone number, you might ask? Well, simply a telephone number that is reachable from all over the world, just like any traditional number tied to your landline or mobile phone, but with the difference that you can choose to forward incoming calls to either Skype, Google Talk, a Voice-over-IP provider of your choice, a custom SIP destination or to any landline or mobile number worldwide.

    Why would you want a virtual telephone number might be your next question. Basically, to save money on international calls. Let us explain how, and also give you some other good reasons for your own virtual number:

    Family and friends: Have some folks abroad? Get a virtual number in their country or city and have them call you for free (or really cheap). Read more.

    Business: Increase your international presence and get a virtual number in the country of your customers and business partners. Read more.

    Privacy: Ad in a newspaper? Registered at a dating site? Protect your privacy with a virtual number. Read more.

    http://www.globalnumber.eu

    Traveling: When you're abroad simply save on roaming costs with a virtual number in your home country. Read more.

    Fax2Mail: Receive incoming faxes on your eMail. Read more.

    Free features: An overview of the FREE features of your virtual number. Read more.

    And remember: forwarding your calls to Skype, Google Talk, a VoIP provider of your choice or to a SIP destination is completely FREE! If you have any questions please always feel free to get in touch with us, and we'll get back to you immediately.

    http://www.globalnumber.eu

    ResponderExcluir
  39. [url=http://kinolive.pl]filmy online[/url]

    ResponderExcluir

  40. [url=http://shensacens.blog.hr/][b]sac longchamp[/b][/url]
    [url=http://www.shenenmaoyiss.sitew.us/#Page_1.A][b]sac longchamp[/b][/url]
    [url=http://shenenmaoyii.altervista.org/sacs-decole-chic-pour-le-printemps/][b]sac longchamp[/b][/url]
    [url=http://shenenmao.shutterfly.com/][b]sac longchamp[/b][/url]
    [url=http://www.shenenmaoyii.sitew.us/#Page_1.A][b]sac longchamp[/b][/url]

    ResponderExcluir
  41. www.Reeamz.com

    Reeamz is Fast Growing Social Networking Site Designed By people for people.
    Join fast growing social networking site and see how much more it offers then other social networking sites, many who have signed up have said it's 100 times better than facebook. Reeamz combines some of the great functions from sites like Facebook, twitter, myspace, skype and so on.
    Reeamz also offers many great functions as well as options to let you talk in your own language or any other language even if you or person you talking to does not speak it, website has many great functions and userbility. As well as many educational games. So What You Waiting for Sign up now and try it out your self We promice you will love it.

    www.Reeamz.com
    SPREAD THE WORD AND JOIN FAST GROWING SOCIAL NETWORKING SITE
    www.Reeamz.com

    ResponderExcluir
  42. top [url=http://www.c-online-casino.co.uk/]uk casino bonus[/url] check the latest [url=http://www.casinolasvegass.com/]casino las vegas[/url] unshackled no set aside perk at the chief [url=http://www.baywatchcasino.com/]casino games
    [/url].

    ResponderExcluir
  43. |
    Sans Aucun Doute, sac longchamp s'avre tre lun des grands outre Noms de lindustrie de mani sont g Avec UNE sac longchamp Gamme longchamp saccomplte de Produits de mani sac longchamp s'avre tre Demande force en. Les sacs cl comprennent souvent UNE grande varit de caractristiques Qui les rendent Pratiques AINSI Qu jolie. sac longchamp ze targue dun Produit de compr intelligente..

    ResponderExcluir
  44. I will draw a exclusive portrait drawing in my own very realistic style. I use the Dry-Brush Technique,
    Send me a very detailed photo of your love ones, your wife, child, pet, etc

    [url=http://www.bromartprodukties.nl]Go Here to check out www.bromartprodukties.nl[/url]

    ResponderExcluir