sábado, 22 de novembro de 2008

SERÁ QUE ELE É?



O senhor Rafael Correa (foto acima), economista e presidente da República del Ecuador; mandou avisar que deve, não nega... (leiam no JBonline)

O Equador é um dos menores países da América do Sul, habitado por cerca de 14 milhões de almas, que vivem, basicamente, das exportações de petróleo (e bananas). Commodity esta que teve seus preços internacionais reduzidos a cerca de um terço do que valiam uns poucos meses atrás.

O atual presidente ascendeu ao poder em 2006, com uma plataforma política que lembrava determinado partido, hoje também no governo do Brasil. Entre as propostas, aprovadas em eleições, estava a auditoria da dívida externa, ora posta em prática. Não sei se também foram promessas de campanha, mas o chefe do Executivo equatoriano tomou outras providências: deu abrigo aos bandoleiros das Farcs, "demitiu" a Corte Suprema do país e cuidou de criar a (sua) reeleição, em referendum.

Do total da tungada, cerca de US$ 250 milhões estão pendurados no BNDES, por conta de uma usina lá construída pela empreiteira Odebrecht. Considerando-se que o principal acionista do referido banco é o Tesouro Nacional, pode-se supor que quem pagará a conta são as cerca de 200 milhões de almas que vivem aqui, abaixo da linha do Equador.

Bem, hoje é sábado e é bastante provável que a empreiteira já tenha recebido sua parte. Por sua vez, o BNDES deve ter feito hedge. E afinal, o pavão também já apareceu em todos os jornais...

14 comentários:

  1. eita economista peçonhento e venenoso que não deixa a gente esquecer quem, afinal, sempre paga as contas...

    no fim das contas, "veneno, essa vida tão pouca e pequena"...lalala "eu tenho veneno É meu preço Não faço por menos"...lalala...

    aiai... to fazendo lembrar aquela anedotinha:- você sabe qual a nacionalidade de adão e eva?

    Um alemão, um francês, um inglês e um brasileiro apreciam um quadro de Adão e Eva no Paraíso.
    O alemão comenta:
    - Olhem que perfeição de corpos: ela, esbelta e espigada; ele, com este corpo atlético, os músculos perfilados... Devem ser alemães…
    Imediatamente, o francês contesta:
    - Não acredito. É evidente o erotismo que se desprende de ambas as figuras: ela, tão feminina, ele, tão masculino! Sabem que em breve chegará à tentação... Devem ser franceses…
    Movendo negativamente a cabeça, o inglês comenta:
    - Que nada! Notem a serenidade de seus rostos, a delicadeza da pose, a sobriedade do gesto, só podem ser ingleses…
    Depois de alguns segundos mais de contemplação silenciosa, o brasileiro declara:
    - Não concordo. Olhem bem, eles não têm roupa, não têm sapatos, não têm casa e só têm uma única maçã para comer. Eles também não protestam, não reclamam, não saem às ruas pra se rebelarem diante dessa situação, só pensam em sacanagem e acreditam que estão no Paraíso. Só podem ser brasileiros!!!!

    (desculpe a esculhambação, RM. mas vou deixar o mérito do post pros experts =)

    ResponderExcluir
  2. Ei Cora,
    minha leitora-comentarista predileta,
    tô me lixando para o que pensem eventuais experts. Ainda mais depois desse seu brilhante comentário, que foi ao âmago da questão: quem paga a conta.

    E mais, fosse isto aqui um país sério, o presidente dessa República (a nossa) seria cobrado incisivamente, pela opinião pública, por sequer ter respondido ao cucaracha maricón, escondendo-se atrás do chanceler.

    E por que? Por alguns dos motivos apontados na (ótima) piada: "Eles também não protestam, não reclamam, não saem às ruas pra se rebelarem diante dessa situação, só pensam em sacanagem e acreditam que estão no Paraíso."

    ResponderExcluir
  3. Segundo li no estadão, o Lula demonstrou seu "profundo desagrado". Serve?

    ResponderExcluir
  4. Uia que honra! Frase do dia minha. :)
    Gracias, señor RM. E bom findi!

    ResponderExcluir
  5. Você deve ter se enganado, japa,
    esta frase deve ter sido pronunciada em decorrência do fim do estoque de caninha no Planalto...

    Sabe qual, né? A famosa "Corno Manso"...

    ResponderExcluir
  6. Reconheceu a caligrafia, Rosinha?

    Pra você também, querida.

    ResponderExcluir
  7. Se ele é? Ô!?

    É, é e é!

    Risos!

    ResponderExcluir
  8. Oi, RM:

    Se a suspeita que você lança sobre o Rafael "Falafino" Correa é baseada no gesto de carregador de bandeja, observe a vozinha de eunuco, quando ele fala, e os trejeitos, nos palanques.
    Esse aí não agüenta uma fungada no cangote. Fica todo molhadinho e vai logo entregando os pontos...
    rs rs rs
    Abraços,

    MR
    23.11 - 11:46

    ResponderExcluir
  9. Placar: 2 votos a favor (MR e "Amèlie").

    ResponderExcluir
  10. Moço, essa raça de economistas....rsrsrs

    O que mais gostei, hoje, foi da piada da Cora!

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Ei Luciana,
    já voltou do chateau? E ainda trouxe o sol?

    Moça, essa gente não é confiável, prestenção! rsss

    ResponderExcluir
  12. Amigos,
    daqui a pouco vou trocar a "frase do dia", mas gostaria de deixar registrada aqui, esta da Srta Rosa:

    "...NÃO É POSSÍVEL QUE NINGUÉM MAIS SE REVOLTE COM O BAIXO NÍVEL DE INTERAÇÃO QUE ASSOMBRA AS PESSOAS NESTES TEMPOS DE HOY. SÃO CADA VEZ MAIS MONÓLOGOS..."

    Ok, eu a tirei do contexto, mas ela continuou genial e reveladora dos tempos que vivemos, real life e também no mundo virtual, inclusive blogs. Cada vez mais monólogos e, o pior, a maioria muita chata e entendiante...

    ResponderExcluir
  13. rsrs... ô gente... vocês estão, obviamente, duvidando da masculinidade da figura...tsc tsc...

    mas, cá prá nós, os tons e matizes da vida pessoal do tal não é do meu interesse nem um tiquim.

    ResponderExcluir
  14. Placar final(?):

    - 2 votos pela boiolice explícita.

    - 1 abstenção.

    ResponderExcluir